Protetor solar no inverno, sim!

Muita gente acha que porque o verão acabou pode deixar o protetor solar de lado e esquecido na bolsa, mas essa é uma decisão equivocada. Nós temos o costume de acreditar que só porque o tempo não está ensolarado como nos dias de verão, a pele não vai ser afetada.

Mas fique sabendo que os raios solares não tiram férias em nenhuma das estações do ano, fazendo com que não possamos deixar o protetor guardado no armário do banheiro. Mesmo no inverno, devemos ter cuidados especiais, pois os raios UVB (ultravioleta) continuam penetrando na derme, podendo acarretar em consequências a curto ou a longo prazo, como câncer de pele, envelhecimento precoce, manchas e muitos outros.

E não é só do sol que você deve se prevenir… A luz do escritório e as luzes emitidas pela tela do computador e do celular também podem manchar o seu rosto, uma vez que eles transmitem raios ultravioleta, causando os mesmos danos do verão.

E essa preocupação com os cuidados da pele sempre foi o alvo da cosmetóloga Lucienne

Souza, do Spa da Pele, que desenvolveu um protetor solar inovador. Pois, além de proteger contra os raios solares, ele não é oleoso, o que facilita para as pessoas que têm a pele oleosa e também para aquelas que não gostam de passar protetor ao sair de casa pelo aspecto pegajoso do produto. O Spa Sun bloqueia os raios UVA e UVB e também hidrata a derme, protegendo contra os agentes antiidade. Além disso, o rosto fica com uma textura aveludada. Ele pode ser encontrado em duas versões: 120g e 60g.

 

Ou seja, não há mais desculpas para dispensar o filtro solar nem durante a estação mais fria do ano!

Tem muito chocolate em casa?

 Que tal usá-lo para fazer um poderoso hidratante?

como-fazer-raspas-de-chocolate

Com ingredientes do dia a dia a cosmetóloga ensina a fazer duas receitinhas para a pele

A Páscoa passou e como de costume de muitas casas, os ovos de Páscoa estão por toda a parte. Mas o chocolate ao leite pode ser aproveitado de um jeito diferente. E, o melhor, sem render uns quilinhos a mais.

 A cosmetóloga e diretora do Grupo Spa da Pele, Lucienne Souza, garante que o chocolate pode ser um ótimo hidratante facial. “O chocolate tem como maior benefício o fator umectante, promovendo maior flexibilidade e uma ação hidratante natural e prolongada, além de ter um aroma que desperta os sentidos”, completa Lucienne.

Continue lendo “Tem muito chocolate em casa?”

INCENDERE

Resultado de imagem para incenso

Incenso (do latim: Incendere, “queimar”) é composto por materiais aromáticos chamados bióticos (originado por seres vivos – no caso, plantas) que liberam fumaça perfumada quando queimados. O “incenso” refere-se à substância em si, mais do que o cheiro que ela produz. Ele é usado em cerimônias religiosas, rituais de purificação, aromaterapias , meditação, para a criação de um estado de espírito, e para mascarar algum mau odor. O uso do incenso se originou no Antigo Egito, onde as resinas de goma e resinas oleosas de árvores aromáticas foram importadas das costas da Arábia e Somália para serem usadas em cerimônias religiosas.

O incenso é composto por materiais provenientes de plantas aromáticas, muitas vezes combinados com óleos essenciais. As formas do incenso tem mudado com os avanços da tecnologia, as diferenças de cultura subjacente, e com a diversidade nas razões para queimá-lo. Os dois principais tipos geralmente podem ser divididos em “queima indireta” e “queima direta”. O incenso de queima indireta, também chamado de “incenso não-combustível”, requer uma fonte separada de calor, uma vez que não é capaz de queimar-se. O incenso de queima direta, também chamado de “incenso combustível”, é aceso diretamente por uma chama e depois se espalha, a brasa do incenso irá arder e liberar a fragrância. Exemplos de incenso de queima direta são as varas de incenso (incenso), cones ou pirâmides.

Continue lendo “INCENDERE”